"Antes ouvir o monólogo de um mudo, que o diálogo de dois ignorantes!"

quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010

Conversas de Esquina

Nos restaurantes da grã-finése, nos restaurantes dos mortais, nos bares classe média e nos botequins da grande massa, aqui pelo meu RN e pelas demais entranhas do Brasil - de caboclo, de mãe Preta e pai João -, o tema nos próximos meses sera a discussão - sem consulta popular - e os conchavos que formarão as pretensas candidaturas nas próximas eleições.

Do lado de lá, eu prefiro não opinar. No fim das contas, aquele que mais contribuir para a manutenção do
jeitinho brasileiro é que será eleito, seja direito ou esquerda.

Já do lado de cá, mesmo não tão diferente, o desenho é já um tanto quanto claro - ou nem tanto, dados os últimos episódios eleitorais. De um lado a tal governadora de férias, a Senadora Rosalba Ciarlini, e do outro o quase-governa-dor, o vice-governador Iberê Ferreira. E nesse boxe de três lutadores, aparece um que até então mais parece uma árvore de Natal - que pisca-pisca -, o ex-prefeito da capital Carlos Eduardo.

Corre solto nas serras, serrotes, montes e caatingas do Rio Grande que é uma questão de tempo para que a "Rosa", apelido carinhoso da Senadora Rosalba, abandone sua cadeira no Senado para assumir a poltrona da governadoria. Mas filme parecido eu já vi há quatro anos, então prefiro aguardar pra ver.

Só não me cabe, mesmo a mim que nada sei de política, é o vice-governador tentar trançar a todo custo uma colcha de retalhos que o mantenha na cadeira que ocupará nos próximos meses, quando
a outra abandona para candidatar-se ao Senado, me parece uma criança que não quer largar o brinquedo quebrado - possivelmente pra que os pais não percebam que ela o quebrou.

E aquele ex-prefeito da capital, esse pode fazer raiva como se diz, uma coisa que outrora foi de muita valia nas quase ermas terras potiguares ele tem: sobrenome. No caso, Alves, é como uns tantos outros que têm por aqui. Uns nem tão razoáveis quanto os outros.

Enfim, não manifesto aqui minha posição. A idéia eu acho, que deveria ter sido a mesma do lado de lá. Sem opinião alguma, afinal, quem quer que ganhe dificilmente - pra não dizer que é impossível e contrariar Einstein - irá me pagar as contas, ou me dar um daqueles contra-cheques "CC-alguma coisa", que nivelam os tão famosos cargos comissionados. Mas para o bem do RN,
a outra deveria ficar de fora.


E vamoquevamo!

2 comentários:

Anna Paola disse...

Ei doido, vc já sabe que eu sou sua fã neh. Vc já tá nos meus favoritos. Boa sorte no novo blog e bote pra lascar kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk.

Josean Dantas disse...

Seje bem vindo a esse mundo virtual que é o BLOG, desejo sucesso.

http://blogdojosean.blogspot.com/